21.5.13

Leitura # 16: Na Sombra da Vingança de J.R. Ward





Irmandade da Adaga Negra - Volume VII

Autor: J. R .Ward
Edição: 2012
Paginas:804
ISBN: 9789724621029
Editora: Casa das Letras

Os romances da Irmandade da Adaga Negra, de J. R. Ward, apresentaram aos leitores um mundo diferente, criativo, obscuro, violento e completamente incrível. Agora, enquanto os guerreiros vampiros defendem a raça dos seus assassinos, a lealdade de um macho para com a Irmandade será posta à prova - e o seu perigoso sangue impuro será revelado.
Caldwell, Nova Iorque, é, desde há muito, campo de batalha para vampiros e seus inimigos, a Sociedade dos Minguantes. É também o lugar onde Rehvenge demarcou o seu território como um barão da droga e proprietário de um infame clube noturno que fornece os ricos e bem armados. E é exatamente pela sua reputação sombria que ele é abordado para matar Wrath, o Rei Cego e líder da Irmandade.
Rehvenge sempre manteve distância da Irmandade, apesar de a sua irmã ser casada com um dos membros. Por ele ser um symphath, a sua identidade representa um segredo mortal, cuja revelação pode levá-lo a ser banido para uma colónia de sociopatas. E enquanto as conspirações dentro e fora da Irmandade ameaçam revelar a verdade sobre Rehvenge, ele volta-se para a única luz que ilumina o seu mundo de escuridão cada vez mais profunda - Ehlena, uma vampira que nunca conheceu a corrupção que o controla - a única coisa que existe entre ele e a destruição eterna.


A minha opinião : 

Sou muito suspeita a falar destes livros porque como já devem saber , sou uma fanática por esta saga. Mas este livro em particular revelou-se uma grande surpresa, pelo menos no que diz respeito á personagem de Rehvenge. Desde muito cedo que Rehv foi introduzido nesta saga, tanto como dono do clube ZeroSum frequentado pelos guerreiros da Irmandade como também por ser irmão de Bella ( protagonista do 3º livro da saga). Mas Rehv nunca foi colocado no lado dos bons da história, nao só por ser dono de um club de maus hábitos e negócios ilegais, mas também pelo seu lado meio Symphath, o que o torna uma personagem perigosa e sombria.

Neste livro é-nos apresentado o verdadeiro passado de Rehv e logo desde o inicio começa-se a criar mais empatia pela personagem. Pela sua lealdade perante a Irmandade mas principalmente quando nos deparamos com o seu lado mais romântico em relação a sua fêmea. A relação de Rehv e Ehlena surgiu de uma forma super natural, numa consulta médica , daquelas muitas a que ele vai para conseguir superar o seu lado Symphath, mas quando é confrontado com a coragem da enfermeira Ehlena ao enfrentá-lo, tudo muda nesse instante. O romance entre eles desenvolve-se de uma forma rápida e muito romantica, cheguei a ter pena dele em alguns momentos, da forma como ela o rejeitou, mas não foi por muito tempo.

No entanto quando a inveja da Princesa Symphath se coloca no meio deste amor, acaba por destrui-lo e confesso que apesar de querer até afim deste livro que esta historia acabasse bem, fiquei muito surpreendida com o desenrolar que Jr. Ward deu a este enredo até ao ultimo capitulo.

Neste livro intensifica-se também a historia de Jonh Mattew e Xhex (a outra vampira meio Symphath da saga), pelo que se prevê um próximo volume também com muita acção e suspense, e claro... a sensualidade e o erotismo a que já estamos habituados, embora nestes 3 ultimos livros, todo o desenrolar da historia se tenha focado bem mais na luta contra o mal do que no romance em si.


Cartoon do nosso Rehvenge ;) tão querido!

1 comentário:

  1. Olá, passei apenas pra dizer que já estou te seguindo e voltarei aqui futuramente pra fazer comentários sobre os posts.
    Seu blog é maravilhoso, convido você e suas leitoras a conhecer meu blog
    http://toobege.blogspot.com.br/
    Beijinhos

    ResponderEliminar